Descrição

É o exame realizado para se determinar a identificação da variante de cada subtipo do HLA. Cada indivíduo possui duas variantes de cada subtipo de HLA (exemplo: HLA-A, HLA-B, HLA-DR ...), um herdado do pai e outro da mãe. A escolha dos subtipos que serão tipificados depende da indicação. No caso de doenças, pode ser bem específica. Já no caso de transplantes, pode ser bem ampla e depende do órgão/tecido a ser transplantado.

 

Órgão Responsável 

Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Minas Gerais - Hemominas

 

Você também pode conhecer este serviço como 

Teste de HLA, tipificação de HLA, exame HLA

 

Quem pode utilizar este serviço 

Pacientes em fase pré-transplante de medula óssea e respectivos familiares.

 

Etapas para a realização deste serviço 

1
Agendar coleta de amostra de sangue

O agendamento para coleta de amostra de sangue somente é realizado após autorização da comissão de nefrologia e transplantes. O agendamento dos parentes deverá ser realizado também no mesmo dia, lembrando que são atendidos até cinco parentes por encaminhamento médico.

Valor

Não se aplica

Canais de Prestação

Telefone

Documentação

Não se aplica

2
Comparecer à unidade de referência da Hemominas para a realização da coleta da amostra de sangue

Com o exame agendado, tanto o paciente  quanto parentes deverão comparecer ao ambulatório da Hemominas para a coleta da amostra de sangue para realizar a coleta de um tubo de sangue de aproximadamente 5 mililitros. No caso de pacientes internados que não puderem se deslocar até a Hemominas, caberá à familia a comunicação dessa condição no momento do agendamento. Nesse caso, o encaminhamento da amostra do paciente deverá ser realizado pela própria família, mediante termo de responsabilidade emitido pela Hemominas. No encaminhamento do médico assistente deverá constar nome completo do paciente e dos familiares, CID , código do procedimento e assinatura  e CRM do médico. Não é necessário jejum. Recomenda-se, apenas, evitar a ingestão de alimentos fritos ou gordurosos. No dia da coleta a família precisa apresentar a documentação que foi autorizada pela CMNT, além de um documento de identificação original.

 

Valor

Não se aplica

Canais de Prestação

Presencial

Documentação

  • Documento de identificação oficial com foto
  • Encaminhamento médico devidamente assinado e com o CID
  • Comprovante de residência

3
Receber resultados

O Laboratório de HLA da Fundação Hemominas terá 10 dias úteis para a entrega do resultado do exame aos familiares. O laudo ficará disponível para ser retirado na unidade em que foram colhidas as amostras. Outra opção é que o documento seja enviado por e-mail para o médico que acompanha o paciente ou instituição de saúde que o acolhe. Para isso, é necessário que os familiares forneçam o endereço eletrônico para o envio de uma cópia digitalizada do exame.

Valor

Não se aplica

Canais de Prestação

Presencial (paciente ou familiar)
E-mail (médico assistente)

Documentação

Documento de identificação oficial com foto

4
Realizar nova coleta de amostras de sangue para exames complementares de receptor (paciente) e parente compatível

Se na avaliação médica houver necessidade, realizam-se novos testes do receptor (paciente) e de um parente recomendado pelo médico. Tanto o paciente  quanto o parente indicado deverão comparecer ao ambulatório da Hemominas para a coleta da amostra de sangue.  No caso de pacientes internados que não puderem se deslocar até a Hemominas, caberá à familia a comunicação desta condição no momento do agendamento. Nesse caso, o encaminhamento da amostra do paciente deverá ser realizado pela própria família, mediante termo de responsabilidade emitido pela Hemominas. No encaminhamento do médico assistente deverá constar nome completo do paciente e dos familiares, CID, código do procedimento e assinatura  e CRM do médico.

 

Valor

Não se aplica

Canais de Prestação

Presencial

Documentação

  • Documento de identificação oficial com foto
  • Encaminhamento médico devidamente assinado e com o CID
  • Laudo anterior com resultado de HLA

 

Quanto tempo leva 

Aproximadamente, uma hora.

 

Legislação 

Portaria de Consolidação do Ministério da Saúde nº 5, de 28 de setembro de 2017 - Anexo IV - Do Sangue, Componentes e Derivados.

 

Outras informações 

Após a avaliação médica e a confirmação de que o paciente necessita de um transplante de medula óssea é chegada a hora de buscar um doador dentro da família. O médico assistente do paciente fará uma requisição de exame no modelo SUS, contendo nome completo do receptor, os dados clínicos, o CID da doença, os nomes e a relação de parentesco entre os possíveis doadores e o receptor. É importante lembrar que para cada fase do exame há um código específico:

  • Primeira fase receptor: 0501020012 - LOCUS ABDRDQ Média Resolução. Necessita autorização da Comissão de Nefrologia e Transplantes (31-3277-8329). COLETA DE SANGUE EM ALGUMA DAS UNIDADES DA FUNDAÇÃO HEMOMINAS.
  • Primeira fase doador: 0501010025 - LOCUS A, B. Média Resolução. Necessita autorização da autorização da Comissão de Nefrologia e Transplantes (31-3277-8329). COLETA DE SANGUE EM ALGUMA DAS UNIDADES DA FUNDAÇÃO HEMOMINAS
  • Segunda fase receptor: 0501020020 - LOCUS DR Alta Resolução. Média Resolução. Nesta fase pode ser realizado, ainda, o Locus C, exame necessário para cadastro do receptor no Rereme. Necessita autorização da Comissão de Nefrologia e Transplantes (31-3277-8329). NOVA COLETA DE SANGUE.
  • Segunda fase doador: 0501010033 - LOCUS DR - Média Resolução, DQ - Alta Resolução. Atenção: Caso o doador seja HLA idêntico nos locus A e B em relação ao receptor, este exame é feito automaticamente, sem a necessidade de um pedido médico autorizado pela CMNT. Quando o doador for HLA haploidêntico ou distinto do receptor, o médico deverá realizar um novo pedido médico e este deve ser autorizado pela Comissão de Nefrologia e Transplantes. NÃO é necessário coleta.
  • Terceira fase doador: 0501010041 - LOCUS DR Alta Resolução. Atenção! Este exame é autorizado pela Comissão de Nefrologia e Transplantes apenas com o resultado da primeira e da segunda fase de doador. O paciente deverá apresentar o laudo com os resultados junto ao pedido médico com o código final 41. Necessita autorização da Comissão de Nefrologia e Transplantes (31-3277-8329). NOVA COLETA DE SANGUE.

 

Dúvidas frequentes 

Conheço uma pessoa que foi diagnosticada com leucemia. Posso fazer o teste para verificar se sou compatível com ela?
É possível fazer o cadastro no REDOME, que é o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea; entretanto, o exame não será específico para uma pessoa. Os dados do doador ficarão disponíveis no Redome e serão cruzados com as informações de um receptor. Apenas na doação de aparentados os dados do receptor e dos doadores são analisados para verificar uma possível compatibilidade. O exame de compatibilidade entre familiares deve de ser autorizado pela Comissão Municipal de Nefrologia e Transplantes (CMT), que fica na Rua Frederico Bracher Júnior, 103, Bairro Padre Eustáquio, em Belo Horizonte.  Cinco familiares por vez podem fazer o exame. A Fundação Hemominas não realiza exames de aparentados sem o pedido médico autorizado pela CMNT.

Preciso agendar o exame?
É necessário agendar o exame, caso seja específico para um familiar. A marcação pode ser feita pelo telefone 31- 3768-4603. Exames realizados no interior também devem ser agendados por esse telefone, pois a equipe do Laboratório de HLA, que fica em Belo Horizonte, é a responsável por entrar em contato com as unidades do interior e solicitar as coletas.   

Para as doações no Redome não é necessário agendamento?
O horário de cadastro é de 8 às 12h30. O doador deve apresentar documento de identificação com foto e comprovante de endereço.

Meu familiar doente precisa de transplante de medula, mas mora em outro estado. Posso fazer o exame de compatibilidade na Fundação Hemominas?
O exame pode ser feito na Fundação Hemominas em Belo Horizonte ou em qualquer unidade do interior, se houver um pedido médico autorizado pela Comissão Municipal de Nefrologia e Transplantes. Sem essa autorização não é possível a realização do procedimento. O pedido médico deve ser original e preenchido por um médico, não importando a especialidade desse profissional.

Com quantos dias o exame de aparentado é liberado?
O Laboratório de HLA tem 15 dias úteis para entregar o laudo com o resultado do receptor e dos doadores. Assim que o laudo for liberado, a família receberá uma ligação para retirar o documento na unidade em que foi realizada a coleta.  Outra opção é que o laudo seja enviado por e-mail para o médico que acompanha o paciente ou instituição de saúde que o acolhe. Para isso, é necessário que os familiares forneçam o endereço eletrônico para o envio de uma cópia digitalizada do exame.

O que acontece quando não há um doador compatível entre os familiares?
Nesse caso, o receptor é inscrito no Rereme (Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea), um sistema criado pelo Inca (Instituto Nacional do Câncer) para agilizar o processo de busca de doadores.

Qual a idade máxima para ser um doador aparentado?
Não há uma idade máxima nem mínima para ser um doador aparentado.


CidadeUnidade
Belo HorizonteHemocentro - Belo Horizonte