Analgésicos, antitérmicos e anti-inflamatórios  

O uso de analgésicos comuns não impede a doação; entretanto, o triagista avaliará o sintoma e/ou sinal que motivaram a sua utilização, o que poderá, por si, impedir a doação. Assim, sugere-se que se faça a doação em dias em que não se utilizar medicamentos.

O uso de antitérmicos impede a doação em virtude da febre que motivou a sua utilização. As doenças febris apresentam, cada uma, um período específico para liberação da doação. Deve-se consultar as informações a respeito das doenças infecciosas e reumáticas para esclarecimentos. Febre de origem não determinada e de curta duração exige o prazo de sete dias para que se possa doar sangue.

Anti-inflamatórios contraindicam a preparação de plaquetas por cinco dias e seu uso deve ser informado. A doação exclusivamente de plaquetas está contraindicada nesse período.  

Medicamentos anti-inflamatórios: Ácido Acetilsalicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Sonrisal, Alka Seltzer, Engov), Diclofenacos (Voltaren, Cataflan, Deltaren,Tanderil), Meloxicam (Meloxil, Movatec), Piroxicam (Feldene), Fenilbutazona (Butazolidina, Butazil, Reumazine) e similares. Além disso, o uso de Ácido Acetilsalicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Sonrisal, Alka Seltzer, Engov) ou de Piroxicam (Feldene) impede também a doação de sangue total por 2 dias.

Anorexígenos 

Aguardar sete (7) dias após a suspensão do medicamento.  

Antiparasitários

Medicamentos para tratamentos de parasitas intestinais (vermes) comuns não impedem a doação. Algumas doenças que podem acometer outros órgãos além do intestino, como, por exemplo, a esquistossomose, apresentam um prazo de inaptidão variável. Verifique as condições nas informações a respeito das doenças infecciosas.

Anti-hipertensivos 

Portadores de hipertensão arterial somente podem doar sangue na Hemominas se estiverem um uso de uma única classe de medicamento que não contraindique por si a doação (excluindo também medicamentos com associações em suas fórmulas), estando com os níveis pressóricos controlados e sem lesões em órgãos alvo (p.ex. coração, rins, olhos). Para avaliar estas condições será necessário, portanto, que o candidato à doação apresente relatório do seu médico assistente comprovando o controle clínico adequado. No dia da doação, a pressão arterial será aferida e a doação somente poderá ser realizada se a máxima estiver abaixo de 140mmHg e a mínima abaixo de 90 mmHg.

As classes de anti-hipertensivos que não impedem a doação são as seguintes:

Diuréticos  Não há contraindicação. É necessária hidratação oral prévia mais vigorosa.  
Inibidores de enzima conversora de angiotensina: Captopril Enalapril ou similares   Não há contraindicação.  
Antagonistas de angiotensina II: Losartan  
Bloqueadores de canais de cálcio: Nifedipina

É contraindicada a suspensão de medicamentos para a realização de doação de sangue.

Assim, o uso das seguintes drogas impede a doação de sangue na Fundação Hemominas, exceto se utilizadas em outras situações que não o controle de hipertensão arterial.

Ação central: Metildopa, Clonidina, Reserpina   48 horas após a suspensão do medicamento, pelo médico assistente e avaliado caso a caso.  
β-bloqueadores: Propranolol, Atenolol, Oxpernolol ou similares  
Bloqueadores alfa-adrenérgicos: Prazosina (Prazozin, Minipress SR), Minoxidil (Loniten).  
Vasodilatadores: Hidralazina  

Anticoncepcionais/ hormônios de reposição feminina

Não impedem a doação.

Indução da ovulação

Impede a doação por três meses após o término do tratamento.

Antibióticos

O tempo de inaptidão varia de acordo com a vida média da droga, sendo no mínimo de 14 dias. Além disso, o tempo de inaptidão pela doença de base poderá ser superior ao previsto para o medicamento. Deve-se verificar as informações a respeito das doenças infecciosas (ver também doenças por sistema) para esclarecimento. O tempo de inaptidão será o maior especificado para cada situação.

Corticoides

Sistêmicos (comprimidos, xaropes, supositórios ou injetáveis): no mínimo 48 horas após a suspensão. Será avaliada também a doença que motivou seu uso. O tempo de inaptidão será o maior especificado para cada situação.

  • Tópicos (cremes ou pomadas): não contraindicam a doação. Será avaliada também a doença que motivou seu uso e esta poderá, por si, impedi-la.

 Antiplaquetários

Clopidogrel Apto 14 dias após suspensão.
Ticlopidine Apto 14 dias após suspensão.

Medicamentos teratogênicos

Impedem a doação durante o tempo de eliminação pelo organismo. Alguns destes medicamentos requerem um prazo bastante longo em virtude de apresentarem acúmulo no organismo. Veja o tempo de inaptidão na tabela a seguir.

Isotretinoína (Roacutan) (tratamento de acne)   1 mês de inaptidão após a última dose  
Finasterida (Proscar) (tratamento de hiperplasia prostática benigna) e alopécia androgênica  1 mês após a interrupção do medicamento  
Acitretina (Neotigason), Etretionato (usados em psoríase)   Apto após três (3) anos do término do tratamento.

Medicamentos alergênicos

Medicamentos que se caracterizam por provocar reações alérgicas ou anafiláticas impedem a doação pelo tempo de eliminação do organismo, pois alguns estudiosos acreditam que possam causar reações nos receptores.

Anticonvulsivantes

Inaptidão enquanto estiver em uso. Ver também epilepsia.

Homeopáticos

Impedem a doação por 24 horas. Será avaliado o motivo da sua utilização que, por si, poderá impedir a doação por um prazo maior.

Fitoterápicos (plantas medicinais)

Impedem a doação por 24 horas. Será avaliado o motivo da sua utilização que, por si, poderá impedir a doação por um prazo maior.

Medicamentos de ação no sistema nervoso central

Candidatos que façam uso crônico de medicamentos com ação no sistema nervoso central devem solicitar ao seu médico relatório informando sua condição clínica atual e liberação para doação de sangue. Não se recomenda a suspensão do uso de medicamentos com o fim de doar sangue. A utilização de medicamentos que afetem o SNC sem prescrição médica impede a doação pelo tempo total de eliminação da droga. 

Ansiolíticos e soníferos   Se a dose for elevada (três ou mais comprimidos por dia), contraindica a doação. 
Antidepressivos   Da classe tricíclicos, impedem a doação por 30 dias após a suspensão do medicamento pelo médico assistente. As demais classes não impedem a doação, mas a condição clínica do candidato poderá impedir.
Antipsicóticos: Haloperidol (Haldol), Clorpromazina (Amplictil) Impede a doação por sete dias após o uso. Entretanto, a condição clínica que gerou a necessidade de seu uso poderá impedir a doação, em alguns casos definitivamente.
Gestor responsável: Diretoria Técnico-Científica