Descrição

Cadastramento de interessados em fazer parte do banco de potenciais doadores de medula óssea. Os candidatos são registrados em uma base nacional no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), que reúne as informações (nome, endereço, telefone, e-mail, número identidade, CPF e dados pessoais)  de pessoas que se voluntariam a doar medula óssea para pacientes que precisam do transplante.

 

Órgão Responsável 

Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Minas Gerais - Hemominas

 

Você também pode conhecer este serviço como 

Doação de medula óssea

 

Quem pode utilizar este serviço 

Candidatos a doação de medula óssea: ter idade entre 18 e 55 anos, boa saúde e não apresentar doenças como as infecciosas ou as hematológicas.

 

Etapas para a realização deste serviço 

1
Comparecer à Hemominas para fazer o cadastramento

A Hemominas faz apenas o cadastramento de candidatos à doação de medula óssea.

Valor

Não se aplica

Canais de Prestação

Presencial

Documentação

Documento oficial com foto.

2
Informar dados para preenchimento do formulário on-line no REDOME

O cadastro é feito on-line no sistema REDOME por um servidor da Hemominas com acesso permitido ao sistema. Após o cadastramento, o candidato assinará um termo de consentimento.


Valor

Não se aplica.

Canais de Prestação

Presencial

Documentação

Documento de Identidade oficial com foto.

3
Coletar amostra de sangue

Nesta etapa, coleta-se uma amostra de sangue com 5ml para fazer o exame HLA (Antígenos Leucocitários Humanos) que irá determinar as características genéticas necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente. O tipo de HLA será cadastrado no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (*Redome), vinculado ao Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Valor

Não se aplica

Canais de Prestação

Presencial

Documentação

Documentação apresentada para o cadastro.

4
Manter dados atualizados

A atualização de dados do candidato à doação de medula óssea no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) somente é feita no site do INCA, órgão responsável pelo cadastro nacional, mesmo que a entrada tenha sido pela Hemominas. O formulário para atualização dos dados está disponível em http://www1.inca.gov.br/doador/.  O voluntário pode ser chamado para efetuar a doação com até 60 anos de idade.

Observações: 

Esta etapa é essencial para localização do doador.

Assim como todos os hemocentros públicos brasileiros, a Fundação Hemominas atua na orientação junto aos candidatos sobre os procedimentos para a doação de medula e na coleta das amostras, encaminhando-as aos laboratórios aptos a realizarem esses exames de alta especificidade técnica, cadastrados no Ministério da Saúde. A partir desse momento, os hemocentros não têm mais participação ativa, não recebem os resultados dos exames de Histocompatibilidade (HLA) para determinação do “perfil genético” e não têm acesso ao Cadastro Nacional de Doadores de Medula (Redome). Constantemente, há um cruzamento de dados entre o resultado de HLA do doador cadastrado no Redome e o do paciente, informação que fica armazenada no Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea (Rereme). Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é convocado para exames complementares e para realizar a doação propriamente dita. O candidato não receberá o resultado do HLA, pois este tipo de teste somente é importante para verificar a compatibilidade do transplante.

Canais de Prestação

Web

INCA

 

Quanto tempo leva 

30 minutos, em média.


 

Legislação 

Portaria de Consolidação do Ministério da Saúde nº 5, de 28 de setembro de 2017 - Anexo IV - Do Sangue, Componentes e Derivados.

 

Outras informações 

O atendimento é por ordem de chegada e demanda pouco tempo. Os doadores devem se informar no site da Fundação Hemominas ou diretamente no setor de captação das unidades e serão atendidos nos horários definidos por cada uma delas.

 

Dúvidas frequentes 

O doador será acionado de acordo com a compatibilidade da sua medula óssea e será instruído a comparecer a uma unidade hospitalar. A doação pode ser realizada através de um pequeno procedimento cirúrgico, de aproximadamente 90 minutos, sob anestesia peridural ou geral. Há também uma outra forma de doação, realizada através de um método denominado aférese, onde as células são coletadas por via periférica, semelhante a uma doação de sangue. O doador doa, no máximo, 10% de sua medula, que se recompõe em 15 dias.

Como sei se sou compatível?
A chance de encontrar um doador compatível entre irmãos, filhos de mesmo pai e mesma mãe, é estimada em 25% a 30%. O doador será acionado de acordo com a compatibilidade da sua medula óssea e será instruído a comparecer a uma unidade hospitalar. A doação pode ser realizada através de um pequeno procedimento cirúrgico, de aproximadamente 90 minutos, sob anestesia peridural ou geral. Há também uma outra forma de doação, realizada através de um método denominado aférese, onde as células são coletadas por via periférica, semelhante a uma doação de sangue. O doador doa no máximo 10% de sua medula, que se recompõe em 15 dias.

Como é feita a coleta?
Há duas formas básicas para coleta da medula de um doador:

  • Punções no osso da bacia, por meio de agulhas especiais, sob efeito de anestesia. Os doadores passam por um pequeno procedimento cirúrgico, de aproximadamente 90 minutos.
  • Aférese, procedimento de coleta por via periférica, que se assemelha a uma doação de sangue. Não requer internação nem anestesia. A escolha sobre o tipo de coleta não é uma decisão do doador ou do paciente, mas sim uma indicação médica, de acordo com o tipo de patologia ou diagnóstico do paciente.

Como é realizado o transplante?
O paciente, depois de se submeter a um tratamento que destruirá a sua própria medula, receberá as células da medula óssea sadia de um doador.  As células infundidas no paciente também podem ser da sua própria medula, retiradas antes do tratamento e congeladas para uso posterior (no caso do transplante autólogo) ou de sangue de cordão umbilical (em caso de doação aparentada ou utilização de uma unidade de células dos Bancos Públicos de Sangue de Cordão).

Durante o período em que estas células ainda não são capazes de produzir glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas em quantidade suficiente para manter as taxas dentro da normalidade, o paciente fica mais exposto a episódios infecciosos e hemorragias. Por isso, permanece internado no hospital, em regime de isolamento.


CidadeUnidade
Belo HorizonteHemocentro - Belo Horizonte
Governador ValadaresHemocentro - Governador Valadares
Juiz de ForaHemocentro - Juiz de Fora
Além ParaíbaUnidade de coleta e transfusão - Além Paraíba
Belo HorizonteUnidade de coleta e transfusão - Hospital Júlia kubitschek
BetimUnidade de coleta e transfusão - Betim
DiamantinaHemonúcleo - Diamantina
DivinópolisHemonúcleo - Divinópolis
ItuiutabaHemonúcleo - Ituiutaba
ManhuaçuHemonúcleo - Manhuaçu
Montes ClarosHemocentro - Montes Claros
PassosHemonúcleo - Passos
Patos de MinasHemonúcleo - Patos de Minas
Poços de CaldasUnidade de coleta e transfusão - Poços de Caldas
Ponte NovaHemonúcleo - Ponte Nova
Pouso AlegreHemocentro - Pouso Alegre
São João del-ReiHemonúcleo - São João del-Rei
Sete LagoasHemonúcleo - Sete Lagoas
UberabaHemocentro - Uberaba
UberlândiaHemocentro - Uberlândia

 
 
medula óssea   Redome   cadastro nacional