Governo de Minas  
Letra A+  |  A-  |  A  |  Contraste C+  |  C- Enviar por E-mail  |  Imprimir RSS

Menu Superior

   
Página inicial » Cidadão » Doação de sangue » Sangue, o que é preciso saber
Destaques
Doação de sangue: 16 e 17 anos e maiores de 60
Doação de sangue: grupos e caravanas
Atestado de Doação
Acontece

Jornal Hemominas

Informações sobre doação de sangue
Ir conteudo
Saiba mais sobre o sangue
 
O sangue é tecido vivo e no corpo de um adulto circulam, em média, 5 litros, variando de acordo com o peso. Compõe-se de uma parte líquida (plasma), constituída por água, sais, vitaminas, e fatores de coagulação, na qual estão misturadas as partes sólidas: hemácias, leucócitos e plaquetas.
 
Onde nasce: o sangue é produzido na medula óssea dos ossos chatos, vértebras, costelas, quadril, crânio e esterno. Nas crianças, também os ossos longos, como o fêmur, produzem sangue.
 
As plaquetas são células que participam do processo de coagulação. Elas têm vida curta e circulam na proporção de 150 a 400 mil por milímetro cúbico de sangue. Sua função mais importante é a de auxiliar na interrupção dos sangramentos.
 
Os leucócitos são glóbulos brancos. Seu número varia de 5 a 10 mil por milímetro cúbico de sangue e sua vida é curta. Possuem formas e funções diversas, sempre ligadas à defesa do organismo contra a presença de elementos estranhos a ele, como por exemplo, as bactérias.
 
As hemácias são glóbulos vermelhos do sangue. Cada hemácia tem vida média de 120 dias no organismo, onde existem em torno de 4.500.000 delas por milímetro cúbico de sangue. A sua função é transportar o oxigênio dos pulmões para as células de todo o organismo e eliminar o gás carbônico das células, transportando-o para os pulmões.
 
O plasma é um líquido amarelo claro que representa 55% do volume total de sangue. Ele é constituído por 90% de água, onde se encontram dissolvidos proteínas, açúcares, gorduras e sais minerais. Através do plasma circulam, por exemplo, elementos nutritivos necessários à vida das células. 
 
Circulando, circulando!
 
O sistema circulatório é o conjunto de órgãos nos quais o sangue circula. É composto pelo coração e vasos (artérias, capilares e veias). Há dois tipos de circulação: a pequena e a grande. A pequena circulação ou circulação pulmonar é a que se estabelece entre o coração e os pulmões, promovendo a oxigenação do sangue. A grande circulação ou circulação sistêmica é a que ocorre entre o coração e todos os tecidos do corpo, tendo por função básica distribuir oxigênio às células.
 
O sangue circula pelo corpo, promovendo a troca de oxigênio e nutrientes por dióxido de carbono (CO2) e resíduos. Quando sai do coração, carregado de oxigênio, flui pelas artérias (vasos largos e de paredes densas). Nos órgãos e músculos, as artérias reduzem o diâmetro até se transformarem em capilares, vasos que lembram fios de cabelo. As paredes finas desses vasos possibilitam a troca gasosa do oxigênio pelo CO2, acumulado nos tecidos.Carregado de gás carbônico, o sangue começa a voltar ao coração, transportado pelas veias. Para impedir que o sangue retorne, as veias têm válvulas que se abrem quando ele passa e fecham com o próprio peso do sangue. No pulmão, ocorre a troca de CO2,que está na corrente sanguinea, pelo oxigênio dos alvéolos pulmonares. O sangue oxigenado retorna ao coração, reiniciando o processo.
 
 
Referências:Textos de Apoio em Hemoterapia: Anátomofisiologia do sistema circulatório e do sangue – Maria Cristina P. Dos Santos; Margarida P. de Oliveira; Márcia Regina V.Brandão.
  
Sistema ABO - Tipos sanguíneos
 
Vários sistemas de grupos sanguíneos são encontrados no sangue. Os mais importantes para a transfusão de sangue são os sistemas ABO e Rh.Um indivíduo pode ter sangue de um dos quatro grupos sanguíneos O, A, B ou AB que funciona da seguinte forma:
 
Doador
B
A
AB
O 
Receptor
B-AB
A-AB
AB
AB-B-A-O
 
Estes grupos sanguíneos poderão ser de fator Rh positivo ou negativo. Numa amostragem de doadores da Fundação Hemominas observa-se:
 

Grupo sanguíneo
 
O
A
B
AB
TOTAL
 
Positivo
42,0%
32,2%
11,1%
3,5%
88,8%
 
Negativo
5,3%
4,1%
1,4%
0,4%
11,2%

 
O sangue colhido é sempre separado em vários componentes e cada paciente receberá aquela parte que seu organismo precisa. O sangue doado passa por um processo chamado fracionamento , no qual são obtidos os componentes sanguíneos, que são transfundidos a vários pacientes.
 
 
 

 



Fonte: Gerência de Captação | Atualização: 20 de Agosto de 2012 |
  HEMOMINASBarra Vertical - RodapéAdm Central: Rua Grão Pará, 882 -Santa EfigêniaTodos os direitos reservados.Politica de privacidade.