Pacientes que necessitam de transfusão sanguínea ou sangria terapêutica

A Fundação Hemominas realiza atendimento hemoterápico para pessoas que necessitam submeter-se à transfusão de hemocomponentes (hemácias, plaquetas, plasma fresco congelado, crioprecipitado) ou à sangria terapêutica. Para isso, os pacientes devem apresentar condições clínicas para realizar esses procedimentos em nível ambulatorial. O paciente deve procurar uma das unidades de atendimento listadas abaixo.

Para transfusão de sangue será avaliado por médico hematologista ou clínico geral que irá avaliar seu estado clínico e a necessidade de realização do procedimento recomendado.  Após a avaliação, o paciente (ou responsável) assinará o termo de ciência do ato transfusional e, em seguida, será encaminhado ao setor da transfusão, onde será agendado o procedimento e feita a coleta de uma amostra de sangue para realização de prova cruzada.

Para sangria terapêutica, após a avaliação médica, o paciente será conduzido ao setor de transfusão, onde se submeterá ao procedimento, que dependerá, também, da disponibilidade de leito na unidade no momento do atendimento.

Informações complementares podem ser obtidas em uma das unidades de atendimento.

Requisitos para atendimento

Encaminhamento médico e exames recentes.

Documentos necessários

Exames laboratoriais

Unidades que atendem pacientes para transfusão de hemocomponentes e sangria terapêutica

Hemocentro de Belo Horizonte, Hemonúcleo de Diamantina, Hemocentro Regional de Governador Valadares, Hemonúcleo de Ituiutaba, Hemocentro Regional de Juiz de Fora,  Hemonúcleo de Divinópolis, Hemocúcleo de Manhuaçu, Hemocentro Regional de Montes Claros, Hemonúcleo de Passos, Hemonúcleo de Patos de Minas, Hemonúcleo de Ponte Nova, Hemocentro Regional de Pouso Alegre, Hemonúcleo de São João del-Rei, Hemonúcleo de  Sete Lagoas, Hemocentro Regional de Uberaba, Hemocentro Regional de Uberlândia.

Gestor responsável: Diretoria Técnico-Científica
Transfusão Sanguínea